Textículo (Texto pequeno) – A menina do Uno Branco

“Ela é a menina mais linda que eu já vi.

Trabalha no mesmo prédio que eu, em um luxuoso centro comercial de frente para o mar.

Ao sair do trabalho sempre fazemos o mesmo percurso. Pelo menos por uns 200 metros.

Saímos do prédio. Viramos para a esquerda e seguimos reto até a esquina. Novamente, viramos para a esquerda e após outra reta, uma esquina para a direita.Tudo parece proposital. Isso deve ter algum significado.

Atravessamos a rua ao mesmo tempo. Sempre a mantendo alguns metros à minha frente.

Parece um ritual, repetido diariamente.

Ela tira a chave do carro da bolsa. Destrava o alarme, e entra no carro que está sempre parado no mesmo lugar.

Passo pela calçada ao seu lado. Ela me me nota e sorri. Me encara por um tempo.

Ainda não descobri se esse é o sinal pelo qual eu tanto espero.

Por isso sigo a minha parte da rotina.

Passo pelo seu carro. Ando mais alguns metros, enquanto ela liga o seu Uno Vivace novinho.

Eu ainda não sei seu nome, por isso a chamo de “Garota do Uno Vermelho”.

Aposto que ela me chama de “Rapaz do Veloster Preto”.

Afinal ela sempre passa por mim enquanto ainda estou tirando a chave do bolso, parado ao lado do Veloster preto (que também está sempre ali).

E lá vai ela. Passa por mim sorrindo. As vezes acena. E some na primeira curva para a direita.

Sigo minha rotina, guardando a chave no bolso.

Vou embora a pé, sempre agradecendo mentalmente ao dono do Veloster, por manter seu carro parado exatamente naquele lugar.”

 

Não se iluda, nem se ofenda. Todo o conteúdo aqui é fictíceo.

About Marcelo Henrique

Um cara rico, bonito e simpático. Psicanalista depressivo, com a ambição de ser um símbolo sexual no meio político ainda em 2010. Tudo que possuo em meu nome, são este blog, meu RG, e acredito que meu CPF. Tenho um cão que é a minha cara (peludo), chamado Dark. Mas ele não mora comigo por ter uma opinião formada de uma maneira diferente da minha. Formado em um curso a distância (não presencial) ainda nao exerço a função de Físico Nuclear. Nas horas vagas pesquiso sobre como inserir o ponto cruz na sociedade carente. Em breve, atualizarei o perfil (ou não). Agora tenho uma reunião para ver a quantas anda o processo para minha canonização imediata.

Posted on 23/02/2013, in Bloco de notas and tagged , , , , . Bookmark the permalink. Deixe um comentário.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: