Vida de cão.

As vezes eu tenho a certeza de que se eu fosse um cachorro, tudo seria mais fácil.

Hoje por exemplo… Fui atacado por uma alergia bem inconveniente, usufruindo de toda a parte superior do meucorpitcho”.

Não comi nada de diferente, e nem usei roupas com tecidos diferentes.

Amanhã, tenho que ir comprar algum remédio.

Aí começam as comparações. É um dinheiro que se vai.

Antes, quando eu era criança, em algumas ocasiões eu ia na Dona Tereza. Uma senhora benzedeira da minha cidade natal.

Eu não sei como, mas usando uma caneta azul para fazer um monte de “xizinhosem volta de uma coceirinha, ela curava a dita-cuja.

Era tiro e queda (como diz meu pai); ou então, era batata (como diz um senhor ex-cliente da lan house que eu trabalhava); ou ainda, era “mó bagulho louco”, como diz a rapaziada mais culta hoje em dia.

Bom, não importa a maneira de dizer, mas sim, o resultado. O negócio funcionava mesmo.

Se hoje eu tivesse essa benzedeira, acredito que ela usaria uma das opções para marcar os “x”:

benze

Sei lá. Acho que eu seria um caso complicado, afinal, a caneta Bic dela não teria tanta tinta.

 

Ok, muita lenga-lenga, mas resta explicar uma coisa:

-Por que aquela história de “ser cachorro” lá no início do texto?

 

Resposta:

 

Duvido que alguém mande um cachorro desses parar de se coçar.

About Marcelo Henrique

Um cara rico, bonito e simpático. Psicanalista depressivo, com a ambição de ser um símbolo sexual no meio político ainda em 2010. Tudo que possuo em meu nome, são este blog, meu RG, e acredito que meu CPF. Tenho um cão que é a minha cara (peludo), chamado Dark. Mas ele não mora comigo por ter uma opinião formada de uma maneira diferente da minha. Formado em um curso a distância (não presencial) ainda nao exerço a função de Físico Nuclear. Nas horas vagas pesquiso sobre como inserir o ponto cruz na sociedade carente. Em breve, atualizarei o perfil (ou não). Agora tenho uma reunião para ver a quantas anda o processo para minha canonização imediata.

Posted on 08/07/2010, in Sem categoria. Bookmark the permalink. 1 Comentário.

  1. hahaha morri de rir com esse cachorro… e com os “x” que você precisaria pra se livrar da alergia! Antes isso do que se ralar na ladeira! hahah

    Cara, teu blog é o máximo, você escreve muito bem! Acompanho sempre!

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: